Contaminação da água em Portugal

Em Portugal, muitos rios já estão completamente poluídos. No estuário do Tejo são lançados diariamente quase 150 toneladas de detritos domésticos, além de muitas toneladas de efluentes tóxicos das fábricas. Estas matérias poluentes, sem adequado tratamento, vêm provocando desequilíbrios ecológicos notáveis na fauna e flora e ameaçam a reserva Natural do Estuário do Tejo.

Imagem

Poluição no Tejo

Portugal tem um dos mais baixos índices de saneamento básico da União Europeia. Dois em cada dez portugueses ainda não têm água canalizada nas suas casas, menos de 20% não usufruem de tratamentos dos esgotos urbanos. Acresce-se a este panorama, os esgotos, a poluição dos rios e das águas subterrâneas e a pressão sobre o litoral.

Os diversos relatórios da Direcção Geral do Ambiente têm mostrado ano após ano, que cerca de metade dos concelhos portugueses apresentam contaminações bacteriológicas (indicadoras de poluição por esgotos domésticos) em mais de 10% das análises, isto claro quando são realizadas, pois existe ainda um enorme défice no controlo.

A estratégica seguida pela quase totalidade dos municípios, como soluções para estes problemas, foi de dar prioridade exclusiva à colecta dos esgotos, ou seja fornecer água potável, por um lado, e tirar a água contaminada pelo outro. Para tal os municípios do nosso país, principalmente das regiões do Porto, Lisboa e Algarve possuem despesas muito altas como protecção das águas.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s